a febre do tartaruga

(em homenagem ao meu colega António Bento)

amigo, acabei agora de ler todo o teu blog. confesso que fiquei exausto!

sim, porque deambular pelos reconditos dos pensamentos de um ‘atleta’ cansa.

mesmo sendo tartaruga, chegas garantidamente onde muitos outros ‘pseudo-lebres’ nunca pensariam em chegar.

a força de vontade pura é o que nos leva a prosseguir em frente, apesar de todos os obstáculos que a sociedade teima em nos ir lançando á frente.

serves assim de exemplo de que, do nada se consegue tudo.

força! continua, nós cá estamos para te apoiar!

um forte abraço!

categorias: coisas da minha mona,