avaliar é preciso

escrevo sem vontade de o fazer. talvez pela falta de tempo, concentração ou mesmo de pura inépcia de produzir algo de verdadeiramente novo.

mas penso que vou conseguir.

este foi um ano particularmente difícil. fez um ano que uma das pessoas mais importantes para mim, nos deixou, e ainda nada foi escrito. a seu tempo, a seu tempo.

entre projectos de trabalho, coisas de geek, ideias que nunca irão ver a luz do dia, apresentações no codebits, projectos largamente falhados, este ano que passou teve de tudo.

teve também um enorme vazio na alma, que prometi escrever em breve.

%%%

mas acima de tudo, agora depois da segunda semana de aulas, finalmente percebo que, porra, sou um finalista de uma licenciatura.

em retrospectiva, deixo a escola definitivamente em 1983, com um 8º ano concluído miseravelmente (duas negativas), sem nunca mais ter voltado a olhar para trás. vinte e sete anos depois decido, assim sem mais nada, sem rede, sem medo, voltar a estudar.

o grande impulsionador foi sem dúvida a minha passagem meteórica pelo programa das novas oportunidades, em que consigo validar os meus conhecimentos adquiridos em contexto profissional, humano e pessoal, validando um 12º ano.

sou portanto um finalista.

de uma licenciatura.

de um curso superior.

categorias: coisas da minha mona,