a nossa terra

confesso.

eu trato Belas, a aldeira onde passo as noites, como um dormitório.

nem mais nem menos.

isto porque não me involvo de que forma seja com ela, para mais do que usar os serviços (de excelência, devo dizer) de algumas das lojas da terra.

mas sei, e com grande agrado, que há pessoas que vêem o assunto de forma completamente oposta e que se envolvem com a comunidade no local onde vivem.

sim, porque se é para lá se viver, que seja com qualidade e prazer.

achei particularmente curioso o artigo sobre os espaços verdes. simplesmente hilariante.

apareçam por lá, [a descer a vossa rua|http://descendoarua.blogspot.com/|pt].

categorias: coisas da minha mona,