autores – Philip José Farmer

um meus autores favoritos é sem dúvida ”Philip José Farmer”, com os seus fantásticos mundos.

a série que mais gostei de todas foi a do ”Mundo do Rio”.

imaginem que há milénios atrás uma raça de alienígenas pesquisa o universo por civilizações com potencial para evolução e quando os encontram implantam no subsolo umas máquinas que monitorizam as ‘auras’ dos habitantes e as capturam quando eles morrem.

no caso da Terra – Sol, o nosso planeta, essas máquinas capturam as ‘auras’ também conhecidas como ‘almas’, entre o Paleolítico e meados do século vinte.

é então criado um mundo que é um imenso rio que serpenteia todo o planeta, nascendo no polo norte e desaguando também no polo norte, no outro lado do planeta. as margens do rio são ladeadas por montanhas intransponíveis, com escarpas quase verticais.

neste mundo são ‘resuscitadas’ 36,006,009,637 pessoas, sem um intuito aparente.

se quiserem saber a razão, leiam, a série é composta destes livros, nomes no original:

”To Your Scattered Bodies Go” – 1971

”The Fabulous Riverboat” – 1971

”The Dark Design” – 1977

”The Magic Labyrinth” – 1980

”Gods of Riverworld” – 1983

Existem também mais algumas histórias curtas sobre o mesmo tempo, mas não sei se tenho algumas delas.

A editora publicou os livros que tenho foi também a ”Livros do Brasil”, na ”Colecção Argonauta”. Esta editora tem por costume dividir as obras em dois ou mais volumes, pelo que sem ir à minha arrecadação verificar, não sei dizer quantos livros tenho e a que originais correspondem.

boa leitura!

categorias: livros,