como evitar um gripanço…

então é assim, como não tenho por aqui deixado escrito devido á falta de imaginação, aqui segue a verborreia de hoje…

já está a fazer quase dois anos que tenho uma acelera (aprilia rally 50) que me tem levado de um lado para o outro á estonteante velocidade média de 55km/h. (é do tipo, dos 0 aos 100 em três dias)

e hoje em mais uma brilhante saga de ir de oeiras a lisboa, eis que a dita cuja começa a mostrar sinais de se estar a engasgar…

como sabia que já havia um tempo que me andava a esquecer de por auto-lube, pensei… esta treta deve estar a dar o dito mestre…

então lá fiz uns 2 km em pura agonia em que cada subida parecia que seia desta, e que até me parecia que quando parava me cherava a queimado, lá parei num posto de abastecimento, por sinal dos meus preferidos…

depois de largar 6.30 euros pelo tal litro milagroso, lembrei-me que não tinha o alicate para tirar o taco que tenho a servir de tampão…

ferramentas nem vê-las e ninguem me conseguiu ajudar…

decidi fazer á antiga baldei um bocado de auto-lube directamente para o deposito, fechei tudo e agitei a mota…

e então não é que ficou logo outra?

🙂

categorias: coisas da minha mona,